Notícias

Início / Notícias

Nova espécie de orquídea de Madagáscar, denominada solenangis-gigante (Solenangis impraedicta)

Vista geral de solenangis-gigante (Solenangis impraedicta)
© Marie_Savignac2

Investigador do Laboratório Associado TERRA João Farminhão lidera descoberta de nova espécie de orquídea de Madagáscar

João Farminhão, investigador do Laboratório Associado TERRA e do Centre for Functional Ecology (CFE) da Universidade de Coimbra, liderou um estudo internacional que revela uma nova espécie de orquídea de Madagáscar, denominada solenangis-gigante (Solenangis impraedicta).

Esta nova espécie de orquídea de Madagáscar apresenta um tubo de néctar que alcança os 33 centímetros (cm) de comprimento. “Com as suas pequenas flores de 2 cm de comprimento, apresenta, proporcionalmente, o maior tubo floral existente entre as cerca de 370 mil espécies de plantas com flor, constituindo um novo paradigma de hiperespecialização ecológica, com grande valor para o ensino da evolução”, divulgou o investigador João Farminhão.

João Farminhão explicou que o nome científico solenangis-gigante (Solenangis impraedicta), imprevista em latim, “é uma alusão à descoberta improvável de um novo caso de evolução independente de um esporão desmesurado e uma vénia à previsão de Darwin, que levou 130 anos a confirmar”.

De forma a proteger esta espécie, as coordenadas exatas dos locais onde ocorre na natureza não foram divulgadas. “Infelizmente, esta espécie encontra-se ameaçada de extinção, devido à destruição do seu habitat associada à exploração mineira e, potencialmente, à colheita ilegal de plantas para o lucrativo comércio internacional de orquídeas”, esclareceu o investigador.

Esta investigação foi publicada na revista Current Biology. O artigo completo pode ser consultado aqui.

Notícias relacionadas

Siga-nos!

Partilhe esta notícia: